Os ácaros são animais do grupo dos aracnídeos

Os ácaros são aracnídeos pertencentes à subclasse Acari. Possuem quelíceras, que variam

muito de uma espécie para outra, quatro pares de patas quando adultos e não apresentam

antenas. Podem ser classificados em duas ordens dentro da subclasse Acari, Parasitiformes e

Acariformes, e apresentam mais de 30 mil espécies diferentes.

Esses artrópodes apresentam órgãos capazes de receber estímulos sensoriais, além de ocelos,

uma espécie de olho. São de pequena dimensão, com tamanho que varia entre 0,2 e 0,33 mm, e

servem de alimento para aranhas, insetos e até mesmo outros ácaros.

→ Onde os ácaros vivem?

Os ácaros são encontrados em diferentes habitat, tais como solo, plantas, pelos de animais,

poeira, água e até mesmo a pele humana. Demodex folliculorum e o Demodex brevis são as

duas espécies encontradas na pele dos homens. O primeiro é encontrado em poros e folículos

pilosos, e o D. brevis é encontrado em glândulas sebáceas. O ácaro Demodex folliculorum está

relacionado com a formação de cravos na pele.

Os ácaros também podem ser encontrados no nosso lar, em locais como almofadas, colchões,

travesseiros e tapetes. Nesses locais, esses animais encontram poeira, restos de comida e pele,

além de um ambiente escuro e quente ideal para o seu desenvolvimento.

→ Do que os ácaros se alimentam?

Assim como o local em que vivem, a forma de alimentação também é variada. Existem ácaros

que se alimentam de vegetais, pequenos artrópodes, fungos e até mesmo excrementos. Existem

ainda as espécies que vivem em nosso corpo, alimentado­se das escamas de pele que

liberamos.

→ Os ácaros podem causar danos à saúde humana?

Os ácaros que vivem em poeira domiciliar são os principais responsáveis por danos à saúde dos

seres humanos, uma vez que podem provocar reações alérgicas em pessoas que possuem

problemas respiratórios, tais como asma e rinite. Esses animais vivem, principalmente, em

colchões, cobertores, tapetes, cortinas e almofadas, sendo necessário sempre expor esses

objetos ao sol e utilizar o aspirador de pó para diminuir a incidência desses organismos.

Além das alergias, ácaros também são responsáveis por outros problemas de saúde. A espécie

Sarcoptes scabie, por exemplo, é um tipo de ácaro responsável pela escabiose ou sarna, uma

doença contagiosa que provoca coceira intensa na pele. Além dessa espécie, devemos citar

novamente o Demodex folliculorum, que está relacionado com a formação de cravos.

Doenças causadas por ácaros.

Doenças Causadas por Ácaros

 

A espécie Demodex canis pode infectar os humanos, causando doença benigna de curta

duração. Nos humanos, o Demodex folliculorum, de maior ocorrência, habita os folículos pilosos

presentes no rosto, costas e peito, e o Demodex brevis, de pequena prevalência, habita as

glândulas sebáceas. Ambos são causadores do cravo de pele, embora seja difícil se estabelecer

uma relação entre tais alterações e a presença de ácaros. O cravo e a acne são decorrentes de

anomalias na eliminação do conteúdo das glândulas sebáceas presentes na pele; dessa forma, o

parasito poderia prejudicar o fluxo sebáceo iniciando ou agravando o caso.

Algumas espécies da família Trombiculidae podem parasitar o homem causando dermatite

pruriginosa. Essas são conhecidas por “micuins” e, além de causarem prurido intenso, são

transmissores de Rickettsia.

Asma e dermatites humanas:

Ácaros pertencentes à família Pyroglyphidae e presentes em poeira doméstica provocam, em

quase todo mundo, asma e dermatites humanas, tanto em crianças como em adultos. Sabe­se

que, além dos próprios ácaros, seus fragmentos e dejetos (antígenos e alérgenos) são os

principais causadores de variadas manifestações alérgicas do aparelho respiratório humano,

incluindo a asma.

Desde 1921, havia uma associação entre asma e inalação de poeira doméstica, mas somente

em 1935, na Europa, concluiu­se à possibilidade de que os pequenos acarinos encontrados na

poeira seriam os alérgenos. Porém, foi somente na década de 60 que se comprovou que as

manifestações alérgicas respiratórias causadas pela poeira doméstica tinham os ácaros e seus

dejetos como alérgenos.