Os principais representantes dos fungos são os bolores, as orelhas­de­pau e as leveduras

Os fungos são seres bem diferentes dos outros grupos de seres vivos e por isso são

classificados em um reino só seu, o reino Fungi. Apesar de existirem formas unicelulares como o

levedo, os fungos são organismos eucariontes e heterotróficos, formados por um emaranhado de

filamentos, chamados de hifas, que podem ser de dois tipos: as cenocíticas ou as septadas. A

parede celular das hifas é composta de quitina, mesma substância encontrada no exoesqueleto

dos artrópodes. O conjunto de hifas forma o micélio, que pode crescer sem parar enquanto o

fungo encontrar alimento e condições favoráveis para sobreviver ─ lembrando que o crescimento

das hifas ocorre apenas em suas extremidades.

O fungo é formado por um conjunto de hifas capazes de absorver substâncias orgânicas simples

do solo ou de outros seres vivos

O fungo é formado por um conjunto de hifas capazes de absorver substâncias orgânicas simples

do solo ou de outros seres vivos

Certos fungos, muito conhecidos como cogumelos, possuem estruturas reprodutoras chamadas

de corpos frutíferos ou corpos de frutificação, que ficam acima do solo.

Os fungos são seres heterótrofos que utilizam inúmeras fontes orgânicas de alimento. Há

espécies de fungos que se alimentam de matéria orgânica viva, causando doenças em plantas e

animais e apodrecimento em frutas e verduras; mas há outros fungos cuja nutrição é sapróbia.

Nesse caso, eles absorvem moléculas orgânicas simples, oriundas de cadáveres de plantas ou

animais. Essas espécies de fungos são imprescindíveis na natureza, pois auxiliam as bactérias

heterotróficas na reciclagem dos elementos químicos que constituem a matéria orgânica.

A reprodução dos fungos pode ocorrer sexuada ou assexuadamente. Na reprodução sexuada

ocorre a fusão de duas hifas haploides com formação de zigotos diploides. Muitas espécies de

fungos apresentam formas sexuais diferentes que são designadas pelos sinais + e ­, pois nesses

organismos não há diferenças que permitam classificá­los em macho e fêmea.

A reprodução assexuada dos fungos pode ocorrer por brotamento, fragmentação do micélio e por

esporulação. No brotamento ou gemulação, os brotos se separam da célula original formando

cadeias de células. É o que ocorre nas formas unicelulares como o Saccharomyces cerevisae.

Na fragmentação, um micélio se fragmenta originando vários micélios; e na esporulação, há a

produção de esporos que são resistentes a ambientes desfavoráveis, e que, através de mitoses,

formam indivíduos adultos.

Os fungos são classificados em cinco filos: Filo Cythridiomycota (citridiomicetos ou

mastigomicetos), Filo Zygomycota (zigomicetos), Filo Ascomycota (ascomicetos), Filo

Basidiomycota (basidiomicDoenças causadas por fungos

As principais doenças causadas por fungos nos seres humanos, micoses, como evitar

Tinea de corpo: uma das micoses causadas por fungos

Tinea de corpo: uma das micoses causadas por fungos

Introdução

Muitos tipos de fungos ao se instalarem no corpo humano podem provocar doenças. Grande

parte destes fungos buscam locais quentes e úmidos no corpo para se desenvolverem. Estes

fungos costumam se instalar na pele, couro cabeludo e unhas.

Principais doenças causadas por fungos

­ Tinea do corpo: micose superficial da pele, caracterizada por machas arredondadas com

presença de coceira.

­ Tinea da cabeça: micose superficial que se desenvolve no couro cabeludo, formando falhas no

cabelo. Contagiosa, é muito comum em crianças.

­ Tinea da virilha: micose superficial que causa bastante coceira. Atinge pernas e virilhas.

­ Pitiríase versicolor: micose superficial que atinge principalmente áreas com grande oleosidade.

Formam manchas brancas com presença de descamação.

­ Candidíase: doença causada por fungos que pode afetar tanto a pele quanto as membranas

mucosas. Dependendo da região afetada ela poderá ser classificada como candidíase oral,

intertrigo, vaginal, onicomicose ou paroníquia.

­ Histoplasmose: infecção fúngica.

­ Onimicose (micose das unhas): infecção causada por fungos e que atinge as unhas.

Como evitar

Em geral, para evitar o aparecimento de doenças causadas por fungos, devemos seguir alguns

procedimentos básicos:

­ Enxugar bem todas as partes do corpo ao sair do banho;

­ Usar roupas frescas e bem limpas, principalmente na época de altas temperaturas;

­ Não andar descalço em locais úmidos e de grande circulação de pessoas (vestiários, saunas,

etc.);

­ Não compartilhar instrumentos de manicure;

­ Evitar usar meias de tecidos sintéticos. As de algodão são as mais recomendadas;

­ Evitar contato físico com pessoas que estão com doenças de pele (muitas micoses são

contagiosas);

­ Em caso de suspeita, procurar rapidamente um dermatologista ou médico clínico geral.

Identificar e tratar com rapidez doenças deste tipo é fundamental para que ela não aumente e

possa se espalhar pelo corpo.